Felipe Roque está no elenco de Resistir Para RecomeçarFoto: Reprodução

“Sou um hétero que tem vergonha de morar no país que mais mata homossexuais no mundo”, diz Felipe Roque

“No set não tem diferença se é homem ou mulher. E essa não foi a primeira vez que beijo outro ator. Nas peças Crônica do Amor Mal Amado e Greta Garbo, Quem Diria, Acabou no Irajá também rolou! E os espetáculos ficaram meses em cartaz. Então, é algo muito natural. Na vida, sou um cara heterossexual que tem vergonha de morar no país que mais mata homossexuais no mundo. Essa é uma bandeira que sempre vou levantar”, responde Felipe Roque sobre as cenas em que beija Junior Provesi no longa Resistir Para Começar, estreia no final do ano.

Felipe Roque está no elenco de Resistir Para Recomeçar

Foto: Reprodução

Siga o Fica Quietinho no Instagram

Em bate-papo com o jornal O Globo, o ator também rebate as notícias especulativas sobre sua vida pessoal. Volta e meia Felipe vê seu nome apontado como affair de alguma celebridade. E não é só nomes femininos que aparecem na lista de seus supostos romances.

O moço tira de letra os boatos de que teve um relacionamento com Marcello Melo Jr., um de seus melhores amigos, e até se diverte. “Adoram falar que estou sempre com alguém. Mas estou livre, curtindo à beça esse momento”, disse ele ao jornal O Globo.

Muito trabalho

“E estou muito focado no trabalho”, reforça ele voltando a falar sobre o trabalho no cinema. No longa, com direção de Pedro Nascimento, Felipe interpreta um homem casado que se apaixona por um garoto de programa chamado Pedro.

Curta o Fica Quietinho no Facebook

Mas a história vai muito além. “Pedro (Junior Provesi) é um jovem gay que sofre com comentários e atitudes homofóbicas vindas de seu pai desde que era criança. Após ser expulso de casa, ele se submete a prostituição para poder sobreviver e descobre que acabou contraindo o vírus HIV. Quando Pedro acha que o suicídio é sua última opção, a vida mostra que tem outros planos para ele”, diz a sinopse.