Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

Parada do Orgulho LGBT passa a ser parte do calendário oficial de SP

A Parada do Orgulho LGBT de São Paulo faz 20 anos em 2016 e tem mais um motivo para comemorar. Além de celebrar a luta pelos direitos da comunidade, gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais podem se orgulhar de agora o evento fazer parte do calendário oficial da Prefeitura de São Paulo.

Siga o Fica Quietinho no Instagram

O prefeito Fernando Haddad assinou nesta terça-feira, 24, um decreto que oficializa e torna a manifestação que acontece na Avenida Paulista todo ano parte do rol de eventos oficiais da cidade. “É mais uma conquista por todos esses anos de lutas em prol do segmento” conta Fernando Quaresma, presidente da APOGLBT.

Curta o Fica Quietinho no Facebook

Foto: Reprodução/Facebook

Foto: Reprodução/Facebook

Além disso, mais uma grande empresa mostrou seu apoio à causa. A Ambev, por meio da Skol, declarou-se parceira e marca oficial da 20ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. Com slogan “Respeito Is ON”, a cerveja terá também um trio elétrico animando a galera durante o evento. “Diversidade é o espírito do nosso tempo. É o que nos torna únicos, humanos e autênticos. A diversidade deve ser respeitada. Por isso, queremos engajar nossos consumidores a tomarem uma nova atitude: apertar o botão do respeito. Respeitar todas as diferenças e incentivar que toda experiência tem que ser livre de preconceitos é um caminho que vamos abraçar. Skol apoia o respeito porque a marca mais redonda do Brasil, não pode ser quadrada”, afirma Fábio Baracho, diretor de marketing de Skol.

Neste ano, o tema da maior parada da diversidade do mundo é “Lei de Identidade de Gênero, já! – Todas as pessoas juntas contra a transfobia”. Para dar voz à reivindicação, todos os 17 trios do segmento LGBT e que compõem a Parada levantarão a bandeira do segmento T. A ideia é fazer uma grande mobilização para que a “Lei de Identidade de Gênero”, atualmente em tramitação na Câmara dos Deputados, seja aprovada e que todos assumam a luta pelo fim da transfobia no Brasil.

Os trios contarão com shows de diversos artistas, entre eles, Alinne Rosa, Pepê & Neném, Jaloo, Omulu, DJ Gorky e Pabllo Vittar. A Parada terá início às 10 horas e saída do primeiro trio às 13h. O trajeto será realizado entre a Avenida Paulista e a Rua da Consolação. Ao final, no Vale do Anhangabaú, acontecerá a partir das 18h o show de encerramento.

Estrutura de segurança e saúde

A Prefeitura de São Paulo cedeu oito ambulâncias de UTI, oito ambulâncias de remoção, quatro postos médicos, 30 brigadistas, 200 seguranças, 180 cordeiros e 780 banheiros químicos para a realização da Parada. Além disso, policiais militares e policiais da delegacia de polícia de repressão aos crimes raciais e delitos de intolerância (Decradi), bombeiros civis, cordeiros para os trios e seguranças, completam a estrutura de apoio ao público. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) ficará responsável pelas interdições das vias no entorno.

Serviço
20ª Edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo
Tema:
“LEI DE IDENTIDADE DE GÊNERO, JÁ! – Todas as pessoas juntas contra a transfobia”
Quando: 29 de maio de 2016, das 10h às 18h
Onde: Concentração em frente ao Masp, na Avenida Paulista – São Paulo/SP
Mais informações em http://www.paradasp.org.br