Foto: Reprodução

Levi’s lança coleção unissex em prol do Orgulho LGBT

Não teria um melhor momento para essa notícia, certo? Já que a 20ª Parada do Orgulho LGBT acontece neste domingo, 28, em São Paulo, que tal vestir uma das peças da nova coleção da Levi’s, criada em parceria com a Fundação Havery Milk, completamente unissex e sensacional?

Siga o Fica Quietinho no Instagram

E só coisa boa, viu? A Global Pride, nome da coleção, tem calças, bonés, bermudas, shortinhos, camisetas e jaquetas com o logotipo da marca em um fundo de arco-íris, um dos maiores emblemas da luta do Orgulho LGBT. Além disso, as jaquetas trazem a frase “A Esperança nunca será silenciada”, de Havery Milk , primeiro político declaradamente gay a assumir um posto público e que teve sua história contava no filme que levava seu nome, interpretado por Sean Penn.

Curta o Fica Quietinho no Facebook

Parte dos lucros da venda da nova linha da marca será destinada à Fundação. Quer mais? Tem! Os modelos escolhidos para estampas a campanha são funcionários homossexuais da Levi’s. E se você está pensando que as roupas ficaram restritas às lojas dos Estados Unidos, dá uma passadinha nos shoppings Eldorado, Paulista e Morumbi, em São Paulo para conferir. A coleção está, sim, sendo vendida no Brasil.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Levi’s lança coleção unissex em prol do Orgulho LGBT

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Vale lembrar que a Levi’s sempre foi uma marca envolvida com o Movimento LGBT. Desde 1992, a empresa já apoiava a causa e estendeu os benefícios dos funcionários a seus parceiros do mesmo sexo. Também já lançou uma calça que era completamente dedicada aos gays e teve até comercial com casais de meninos.

No Brasil, recentemente, a C&A também lançou uma linha de roupas unissex. Enquanto a comunidade LGBT aplaudiu a iniciativa, evangélicos e conservadores protestaram com a ação da marca fast-fashion. A gente torce para que mais e mais empresas abracem também a causa, sigam com força nessa desconstrução dos padrões e dos gêneros. Hope Will Never Be Silent!