Foto: Reprodução

“Isso é ridículo”, diz Liam Payne ao se defender de acusação de homofobia

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Essa história de Liam Payne ser acusado de homofobia já está ficando monótona, não acham? Volta e meia o integrante do One Direction diz algo sem pensar muito nas consequências e acaba tendo que vir a público se defender e explicar que não tinha intenção e tudo mais.

• Curta o Fica Quietinho no Facebook

Não foi diferente no que aconteceu durante um show em Columbus, nos Estados Unidos, durante esta semana. O cantor foi, digamos, um pouco heteronormativo demais tentando explicar aos fãs porque Girl Almighty é sua música favorita.

• Siga o @FicaQuietinho no Instagram

“É sobre tentar conseguir o número daquela mulher da sua vida, o que nenhuma de vocês pode se identificar, porque a maioria aqui são garotas. Exceto pelos meninos aqui, vocês sabem o que estou falando”, disse Liam, se esquecendo – ou talvez ignorando mesmo – o fato de que muitos dos fãs da boyband são homossexuais.

• Siga o @FicaQuietinho no Twitter

É claro que suas palavras receberam uma avalanche de comentários nas redes socias, recriminando sua atitude e considerando seu discurso homofóbico. Liam então rebateu as críticas em seu perfil no Twitter.

“Acho que algumas pessoas levam tudo para o literal hoje em dia. Não vou comentar isso mais. Vocês sabem que eu estava falando no geral”, escreveu ele. “Eu não sou homofóbico de forma alguma. Isso é uma coisa ridícula de falar. Não estou aqui para ofender as pessoas”, continuou.

“É muito chato tentar dar o seu melhor para fazer as pessoas felizes e tudo no que se concentram é uma bobagem que eu disse sobre uma música que amo”, seguiu publicando e baixando o nível com ” final de merda para um dia bom”. “Quanto mais eu leio, menos entendo. Vocês já falaram algo equivocadamente? Tenho certeza que cada um aqui sim”, defendeu-se o moço, que se desculpou finalmente em seguida.

“Desculpem-me aqueles que ofendi, realmente, mas não há necessidade alguma de me chamar de algumas coisas”, escreveu Liam. “Só estou aqui para fazer as pessoas sorrirem. Considero esse o meu trabalho”, finalizou o cantor.