Globo de Ouro consagra Lady Gaga, Sam Smith e Stallone; veja a lista completa

Globo de Ouro consagra Lady Gaga, Sam Smith e Stallone; veja a lista completa

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Rolou na noite deste domingo a entrega do Globo de Ouro, nos Estados Unidos, que premiou os melhores da TV e do cinema em 2015. A gente até tentou se empolgar com a premiação. Mas foi uma chatice de início ao fim. Sério mesmo. Deu preguiça.

Mas teve uma penca de surpresas para o público. Teve troféu para Lady Gaga, Sam Smith e, vejam só, até para Sylvester Stallone, que sempre sofreu duras críticas por seu desempenho como ator ao longo da carreira.

Ah, o Wagner Moura não ganhou. Sua indicação à categoria “melhor ator em série dramática” por Narcos foi justa, mas era difícil bater Joh Hamm, de Mad Men -o prêmio, como esperado, ficou com ele.

A cerimônia foi difícil de acompanhar. Ricky Gervais, o apresentador da noite, fez inúmeras comentários ácidos, causando constrangimento e ofendendo um monte de gente. Na lista de ofendidos estão Jennifer Lawrence, Caitlyn Jenner, Ben Affleck, Jennifer Garner, Matt Damon, Jeffrey Tambor, Channing Tatum, Jonah Hill, America Ferrera, Eva Longoria e Charlie Sheen.

Além disso, tiveram discursos longos demais, gente tentando forçar uma situação engraçada e as bizarrices que só o Globo de Ouro consegue fazer: colocar o filme Perdido em Marte para concorrer nas categorias direcionadas às comédias.

Embora seja bastante badalado, o Globo de Ouro não é uma das premiações mais sérias dos Estados Unidos. Há diversas histórias sombrias -todas negadas pelos organizadores- sobre fraudes nas votações, compras de votos e outros casos ruins.

Depois de três horas de cerimônia, os vencedores de todas as categorias foram divulgados. Aqui estão eles:

Melhor filme de drama: O Regresso
Melhor ator de drama: Leonardo DiCaprio, por O Regresso
Melhor atriz de drama: Brie Larson, por O Quarto de Jack
Melhor filme de comédia ou musical: Perdido em Marte
Melhor atriz de comédia ou musical: Jennifer Lawrence, por Joy: O Nome do Sucesso
Melhor atriz em série dramática: Taraji P. Henson, por Empire
Melhor diretor: Alejandro G. Iñarritu, por O Regresso
Melhor série de drama: Mr. Robot
Melhor canção: Sam Smith, por Writing on the Wall, do filme 007 Contra Spectre
Melhor atriz em minissérie ou filme para a TV: Lady Gaga, por American Horror Story: Hotel
Melhor filme estrangeiro: O Filho de Saul
Melhor ator em série de comédia ou musical: Gael García Bernal, por Mozart in the Jungle
Melhor roteiro: O Quarto de Jack
Melhor ator coadjuvante: Sylverster Stallone, por Creed
Melhor animação: Divertida Mente
Melhor ator de comédia ou musical: Matt Damon, por Perdido em Marte
Melhor ator em série dramática: Jon Hamm, por Mad Men
Melhor trilha sonora: Ennio Morricone, por Os 8 Odiados
Melhor ator coadjuvante em série, minissérie ou filme para a TV: Christian Slater, por Mr. Robot
Melhor ator minissérie ou filme para a TV: Oscar Isaac, por Show me a Hero
Melhor minissérie ou filme para TV: Wolf Hall
Melhor série de comédia ou musical: Mozart in the Jungle
Melhor atriz em série de comédia ou musical: Rachel Bloom, por Crazy Ex-Girlfriend
Melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou filme para a TV: Maura Tierney, por The Affair
Melhor atriz coadjuvante: Kate Winslet, por Steve Jobs

Este slideshow necessita de JavaScript.