Foto: Reprodução

Em carta aos fãs, Adele confirma 25 e pede desculpas pela demora em voltar a cantar

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Os fãs de Adele foram à loucura no último final de semana quando um teaser misterioso foi divulgado durante o The X-Factor UK. No vídeo, a cantora se apresentava e cantava um trecho de uma nova canção. Era a primeira prova de que ela estava de volta à música.

• Siga o @FicaQuietinho no Instagram

Agora, a dona de Someone Like You publicou nesta manhã uma longa carta em suas redes sociais confirmando que 25 está perto de ser lançado. Além disso, ela desculpou-se pela demora em voltar a cantar. Embora não tenha dado uma data oficial para seu novo álbum chegar às lojas, a expectativa é que ele seja disponibilizado em algum momento durante o mês de novembro.

• Curta o Fica Quietinho no Facebook

Em seu texto, Adele compartilha algumas lições de vida e um pouco do processo de construção de 25. “Eu não tenho mais tempo para segurar as migalhas do meu passado como eu costumava fazer. O que está feito, está feito.  Fazer 25 anos foi um ponto de virada para mim, um tiro no meio dos 20 anos. Estar no limite entre ser uma adolescente com idade avançada ou uma adulta completa me fez decidir ser quem eu serei pelo resto da minha vida sem um caminhão de mudança lotado com minhas tranqueiras”, escreveu a cantora.

” O 25 será sobre conhecer a pessoa que me tornei sem nem mesmo perceber. E me perdoem por demorar tanto, mas, como vocês sabem, são coisas da vida”, finaliza ela.

Confira a carta completa, em inglês (abaixo a tradução):

Quando tinha sete, queria ter oito. Quando tinha oito, queria ter 12. Quando completei 12 tudo o que queria era ter 18. Depois disso, deixei de querer ser mais velha. Agora minto dizendo que tenho entre 16 e 24 na esperança de ser convincente! Parece que vivi minha vida, até agora, querendo que ela passasse rápido demais. Sempre desejando ser mais velha, desejando ser outra coisa, desejando que pudesse me lembrar e desejando que pudesse me esquecer também. Desejando não ter estragado tantas coisas boas porque estava assustada ou entediada. Querendo não levar tudo ao pé da letra por todo o tempo.Desejando conhecer melhor a minha bisavó e desejando não conhecer tão bem a mim mesma porque isso significa que sempre sei o que acontece no final. Desejando que eu não tivesse cortado o meu cabelo, querendo ter 1,70m de altura. Desejando ter esperado e me apressado ao mesmo tempo.

Meu último disco foi sobre um rompimento e este, se tivesse que classificá-lo, diria que é um álbum que fala sobre reatar relacionamentos. Estou fazendo as pazes comigo mesma. Compensando o tempo perdido. Compensando tudo o que fiz ou o que nunca fiz. Eu não tenho mais tempo para segurar as migalhas do meu passado como eu costumava fazer. O que está feito, está feito.  Fazer 25 anos foi um ponto de virada para mim, um tiro no meio dos 20 anos. Estar no limite entre ser uma adolescente com idade avançada ou uma adulta completa me fez decidir ser quem eu serei pelo resto da minha vida sem um caminhão de mudança lotado com minhas tranqueiras. Sinto falta de tudo do meu passado, o bom e o ruim, mas apenas porque não posso voltar atrás. Quando eu estava lá, eu queria sair. Tão típico. Estou aqui falando sobre ser adolescente, sentar e dizer bobagens, sem ligar para o futuro, porque naquela época ele não tinha a mesma importância que tem hoje. Poder ser irreverente sobre qualquer assunto sem que existam consequências. Até mesmo seguir e quebrar regras… é melhor do que fazê-las.

O 25 será sobre conhecer a pessoa que me tornei sem nem mesmo perceber. E me perdoem por demorar tanto, mas, como vocês sabem, são coisas da vida.

Com amor,
Adele

E quem não ouviu o trecho da canção no final de semana, aqui está: