Cartunista Laerte quer colocar silicone nos seios

O cartunista Laerte abraçou de vez seu lado feminino e voltar à figura masculina é algo que não vai rolar. Em entrevista à revista Serafina, ele disse que o próximo passo é implantar silicone nos seios.

"Agora quero colocar peitos de silicone. Mas não vou mexer em nada lá embaixo", disse o cartunista, que adotou o nome de Sônia desde que passou a circular como figura feminina.

Bissexual assumido, Laerte viveu no armário na década de 1980 e evitou relacionamentos com homens por conta do cenário político nacional. "Fazer parte daquele movimento foi fundamental para o meu processo criativo, mas sufoquei uma parte de mim para viver como o tio Stálin achava certo", diz, referindo-se ao ditador Joseph Stálin, que perseguiu os homossexuais na União Soviética durante seu governo.

Na reportagem, Laerte aparece ao lado de sua irmã, Marília Coutinho, atleta de levantamento de peso e recordista mundial em agachamento na categoria "raw" (sem equipamentos). É a única mulher no mundo a erguer 175 kg sobre os ombros.

"Reivindicamos o direito de ser dono do próprio corpo. Eu quero ser forte, rápida, flexível. Não importa o aparelho genital com que nasci", comentou Marília à publicação.