Dustin Lance Black pede que Sam Smith pare de assediar seu noivo, Tom Daley

Dustin Lance Black pede que Sam Smith pare de assediar seu noivo Tom Daley

Sam Smith quis fazer bonito e acabou despertando a ira de algumas pessoas importantes após seu discurso de agradecimento pelo Oscar de Melhor Canção Original na noite deste domingo, 28. O cantor, que ganhou a estatueta por Writing’s on the Wall, música tema de 007 Contra Spectre, confundiu algumas conversas a respeito da premiação e Dustin Lance Black, ganhador do Oscar de Melhor Roteiro Original por Milk: A Voz da Igualdade em 2009, veio a público esclarecer bem mais do que isso.

Siga @FicaQuietinho no Instagram

Ao subir ao palco para receber o prêmio, Smith disse estar orgulhoso de ser o primeiro gay assumido a ganhar um Oscar. Bom, na verdade, o rapaz se atrapalhou ou não ouviu direito o que disse Sir Ian McKellen recentemente a respeito de um homem assumidamente homossexual nunca ter ganhado um Oscar de Melhor Ator. Ok, erros acontecem, mas Dustin Lance decidiu deixar as coisas bem claras.

Gay, assumido e dono de um Oscar, o roteirista publicou em seu Twitter mais do que uma resposta ao cantor. Dustin revelou que Sam assedia seu namorado, o nadador magya Tom Daley, por mensagens de texto. “Hey, Sam Smith, caso você não faça ideia de quem eu sou, talvez seja hora de parar de assediar meu noivo. Aqui está um começo de conversa”, escreveu ele, enviando um vídeo do seu agradecimento ao Oscar em 2009.

Curta o Fica Quietinho no Facebook

No vídeo, em um discurso emocionante, Dustin fala sobre como a história de Harvey Milk, político e ativista dos direitos LGBT, serviu de inspiração para que ele sobrevivesse a uma sociedade conservadora e buscasse sua felicidade. Ou seja, né?

Ah, e procurados pela imprensa internacional, nenhum dos três envolvidos na polêmica quis comentar o assunto. Mas a gente queria mesmo era saber que negócio é esse de assediar o boy dos outros, hein, Sam?!