Foto: Reprodução

Polícia prende 16 suspeitos de roubo a apartamento de Kim Kardashian em Paris

Pelo menos 16 pessoas foram presas nesta segunda-feira, 9, na França como suspeitas do roubo ao apartamento de Kim Kardashiam em Paris. O assalto aconteceu em outubro do ano passado e desde então a polícia francesa trabalhava para resolver o caso. As informaçõs são da agência de notícias Reuters.

Siga @FicaQuietinho no Instagram

De acordo com a mídia local, os suspeitos foram presos, em parte, graças ao DNA deixado por eles na cena do crime. Porém, o procurador que cuida do caso em Paris ainda não foi encontrado para comentar as prisões. Um dos detidos foi pego em Grasse, no sudeste da França. Segundo fontes, ele já tinha passagem pela polícia e era conhecido por prática de atividades crimonosas.

Curta o Fica Quietinho no Facebook

Relembre o caso

Kim Kardashiam ficou sob a mira de um revólver em 3 de outubro de 2016 quando o apartamento em que estava hospedada em Paris foi invadido por bandidos. Na ocasião eles levaram cerca de US$ 11 milhões em jóias da socialite.

De acordo com o porta-voz do Ministro do Interior da França, na ocasião, cinco homens renderam um dos funcionários do prédio e o fez abrir o apartamento onde Kim estava hospedada. Dois dos bandidos entraram no quarto, ameaçaram a mulher de Kanye West com uma arma e a trancaram no banheiro. Enquanto isso, eles acabaram levando celulares e joias que somavam um valor de US$ 11 milhões.

No momento do assalto, Kanye estava fazendo seu show em Nova York e foi avisado do acontecido. Ele deixou a apresentação pedindo desculpas aos presentes e alegando “uma emergência familiar”.