Foto: Reprodução

Para variar, “La La Land” é o grande vencedor do BAFTA 2017; veja a lista

Quando o assunto é premiação de cinema, La La Land: Cantando Estações vem se consagrando como o maior sucesso de 2016. Não é à toa que o filme é o destaque de todas elas: arrasou no Globo de Ouro, é a principal aposta do Oscar 2017 e agora também foi a maior premiada do BAFTA 2017, maior premiação britânica de cinema.

Siga @FicaQuietinho no Instagram

O longa de Damien Chazelle garantiu metade das 10 categorias em que concorria. Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Fotografia, Melhor Atriz e Melhor Canção Original. Diferente de Emma Stone em sua categoria, Ryan Gosling perdeu para Casey Affleck, de Manchester à Beira-Mar, o troféu de Melhor Ator.

Outros destaques

Tom Holland, o novo Homem-Aranha, ganhou o prêmio de Revelação do Ano no BAFTA 2017. A votação para essa categoria foi feita pelo público e mostra que o rapaz já ganhou o coração dos fãs do super-herói.

Curta o Fica Quietinho no Facebook

Viola Davis garantiu mais um prêmio por Fences (Um Limite Entre Nós, aqui no Brasil). A diva concorria ao troféu de Melhor Atriz Coadjuvante. Dev Patel, de Lion: Uma Jornada para Casa, ficou com o BAFTA de Melhor Ator Coadjuvante enquanto o filme ganhou a categoria de Melhor Roteiro Adaptado.

Confira a lista completa:

Melhor filme
La La Land: Cantando Estações

Melhor filme britânico
Eu, Daniel Blake

Melhor filme de diretor, roteirista ou produtor britânico estreante
Under the Shadow (Babak Anvari, roteirista e diretor; Emily Leo, produtor; Oliver Roskill, produtor; Lucan Toh, produtor)

Melhor filme em língua estrangeira
O Filho de Saul

Melhor documentário
A 13ª Emenda

Melhor animação
Kubo e as Cordas Mágicas

Melhor ator
Casey Affleck (Manchester à Beira-Mar)

Melhor atriz
Emma Stone (La La Land: Cantando Estações)

Melhor ator coadjuvante
Dev Patel (Lion: Uma Jornada para Casa)

Melhor atriz coadjuvante
Viola Davis (Um Limite Entre Nós)

Melhor diretor
Damien Chazelle (La La Land: Cantando Estações)

Melhor roteiro original
Manchester à Beira-Mar (Kenneth Lonergan)

Melhor roteiro adaptado
Lion: Uma Jornada para Casa (Luke Davies)

Melhor canção original
La La Land: Cantando Estações (Justin Hurwitz)

Melhor fotografia
La La Land: Cantando Estações (Linus Sandgren)

Melhor edição
Até o Último Homem (John Gilbert)

Melhor design de produção
Animais Fantásticos e Onde Habitam (Stuart Craig e Anna Pinnock)

Melhor cabelo & maquiagem
Florence: Quem é Essa Mulher? (J. Roy Helland e Daniel Phillips)

Melhor som
A Chegada (Claude La Haye, Bernard Gariépy Strobl e Sylvain Bellemare)

Melhores efeitos visuais
Mogli: O Menino Lobo (Robert Legato, Dan Lemmon, Andrew R. Jones e Adam Valdez)

Melhor curta-metragem de animação britânico
A Love Story

Melhor curta-metragem britânico
Home

Revelação (voto do público)
Tom Holland