Polêmica! Taylor Swift estaria querendo separar Fifth Harmony

Olha o boleto! Taylor Swift registra trechos de músicas para empresas não usarem sem pagar

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Taylor Swift é uma mina de sucessos e de boletos. A mais nova forma que a loira encontrou de ganhar dinheiro e “proteger seu patrimônio” foi registrando trechos de suas músicas para evitar que empresas lucrem as suas custas em publicidades, brindes e produtos afins.

• Curta o Fica Quietinho no Facebook

A gente tá fazendo piada, mas segundo a revista Rolling Stone, a coisa é séria a faz sentido. Pelo menos na cabeça da cantora. É que com o registro feito nos EUA, ela proíbe o uso de seus “bordões” sem licença em acordes de guitarra, produtos higiênicos, acessórios, adesivos, aventais, chicotes, bengalas, meias natalinas e mais um monte de coisa que ficaríamos horas aqui listando.

• Siga o @FicaQuietinho no Twitter

Tudo isso seria uma precaução por conta de um processo que Taylor recebeu no ano passado. Durante a turnê, a moça se meteu a colocar o número 13, sua obsessão, em todas as roupas, todos os produtos, tudo tudo. Mas ela não contava com que a marca Lucky 13 já fosse dona do registro em questão e lá foi a cantora pagar mica, contas e remédios para dor de cabeça, né?

• Siga o @FicaQuietinho no Instagram

Então, se você pensa em usar “Party Like It’s 1989”, “This Sick Beat”, “Cause we never go out of style”, “Could show you incredible things’ e “Nice to meet you. Where you been?”, trechos de Blank Space e Shake It Off, desista. Ou pague os boletos. Escolha!