Morre aos 81 anos o ator John Herbert

Da Folha.com:

O ator John Herbert morreu nesta quarta-feira aos 81 anos em São Paulo. Ele estava internado no hospital HCor desde o dia 5 de janeiro. Herbert sofria de enfisema pulmonar. Ele era casado com Claudia Librach com quem tinha dois filhos.

O ator John Herbert na estreia de 'Hairspray' em 2010

Entre os anos 1950 e 70, o ator foi casado com a também atriz Eva Wilma, com quem protagonizou a série Alô Doçura, grande sucesso na época. Na última década, o ator participou de várias novelas na Globo, a mais recente Três Irmãs, de 2008, na qual fez o vilão Excelência.

Ele também esteve na trama Sete Pecados, como Schmidt, que acaba de ser reapresentada em Vale a Pena Ver de Novo. Outros trabalhos dele em novelas foram como Viriato, de Sinhá Moça, e Nabuco, de Malhação.

O velório do ator será realizado hoje no MIS, Museu da Imagem e do Som, na avenida Europa, em São Paulo.

[NOTA MINHA] John Herbert também era diretor e ator de cinema. Entre suas atuações nesse setor, destaco Ariella, de 1980, sobre o qual o entrevistei em 2007 para o meu documentário Laura Cardoso -  entre palcos e telas. Na ocasião, o ator, que recebeu a mim e minha parceira Tatyana Azevedo muito gentilmente em seu apartamento nos Jardins, em São Paulo, já demonstrava alguns sinais dos problemas pulmonares, mas fez questão de nos contar um pouco de como foi trabalhar com Laura e dirigí-la. “Foi um filme que na época foi muito bem críticado. A crítica gostou muito, nós fizemos sucesso”, disse ele na ocasião sobre seu trabalho na direçao e sobre a atuação da atriz.

Simpático e muito interessado em compartilhar sues feitos com aqueles dois estudantes de jornalismo ali na sua frente, Herbert parecia um verdadeiro contador de histórias. Via-se no seu rosto como parecia lhe fazer bem contar um pouco da história do cinema brasileiro – e consequentemente parte de sua história também – àqueles dois jovens que lhe enchiam de perguntas. O cansaço entre as palavras sumiu completamente ao começarmos a gravar a entrevista. A voz fluia normalmente, o tosse desapareceu e as pausas entre as frases para recuperar o folego também. Nos impressionou, nos ensinou. E como um cavalheiro, levou-nos, ao final da gravação, até a rua e fez questão de ele mesmo fazer o sinal para o taxi. Que descanse em paz.