Michael Angelakos, vocalista do Passion Pit, se assume gay em entrevista

Michael Angelakos, vocalista do Passion Pit, se assume gay em entrevista

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Sair do armário não é algo fácil de se fazer. Ainda mais quando você é uma celebridade. Mas Michael Angelakos, vocalista da banda Passion Pit, decidiu tomar coragem e declarou em uma entrevista à revista Attitude que é gay.

• Siga o @FicaQuietinho no Instagram

“Eu contei para poucas pessoas do meu círculo, pois não sei como falar sobre isso, sabe? Falar com você – já falamos disso antes – quando alguém te entende e entende o que você faz, isso te desarma um pouco e você pode ser você mesmo, pois não tem que defender seu trabalho. (…) Eu apenas decidi que seria melhor falar sobre isso aqui. Não sei o que aconteceu, mas é uma daquelas sensações viscerais. A mesma sensação quando eu pensei: ‘Ok. Eu preciso falar com as pessoas sobre o que realmente sou. Sou gay. E é isso”, revelou enquanto falava ao podcast do escritor Bret Easton Ellis.

• Curta o Fica Quietinho no Facebook

Michael, que era casado com a estilista Kirsty Mucci, também falou sobre as dificuldades de terminar o casamento e sobre o apoio que ela lhe deu para lidar com a descoberta de sua sexualidade.

“Eu queria muito ser heterossexual, porque a amo muito. Acho que isso foi a coisa mais dolorosa quando decidimos nos separar. Quando decidi lidar com isso de frente, acho que em junho, ela foi a pessoa que me mostrou o caminho, dizendo: ‘Você precisa descobrir o que está acontecendo com sua sexualidade, pois não pode continuar se odiando”, contou ele.

Uma atitude muito digna de Angelakos, não acham? Que tenhamos mais e mais histórias como essa para contar. Parabéns pela coragem, Michael.