Foto: Reprodução

Katy Perry canta novo single no Grammy 2017 e faz crítica ao governo Trump

Como era esperado e prometido, Katy Perry apresentou pela primeira vez ao vivo o seu novo single durante o Grammy 2017. Chained to the Rhythm veio com uma performance que fez referências aos filmes O Mágico de Oz e O Show de Truman. Mas foi mesmo a crítica a Donald Trump que chamou a atenção.

Siga @FicaQuietinho no Instagram

Escrita pela cantora em parceria com Sia, a música tem um viés político e crítica a sociedade atual e o momento pelo qual passam os Estados Unidos – e o mundo, né gente?!. O lyric vídeo da canção representa isso tudo muito bem.

Curta o Fica Quietinho no Facebook

Ao final da performance, que foi bem bonita, Katy disse “We, the people”, palavras marcantes para os americanos. “Nós, o povo” são as três primeiras palavras da Constituição dos Estados Unidos e, com elas, a cantora critica a ideia de Donald Trump de construir de um muro na fronteira com o México e também a tentativa de impedir que imigrantes entrem no país.

Confiram um trecho da apresentação:

O lyric vídeo

Até o lyric vídeo de Chained to the Rhythm faz bem um retrato da sociedade que Katy Perry crítica na letra da canção. Nele, vemos um hamster sedentário e apático que passa seus dias assistindo à TV. Na programação, um outro hamster, todo fitness, que se exercita. Porém, como sabemos, os hamster correm em suas gaiolas sem sair do lugar e nem chegar a lugar nenhum. Faz muito sentido, não?