Foto: Divulgação/Diego JarschelFoto: Divulgação/Diego Jarschel

Green Valley é eleito o melhor clube do mundo pela terceira vez pela revista ‘DJ Mag’

O Brasil tem mais uma vez motivos para se sentir orgulhoso. O Green Valley, localizado em Camboriú, no litoral catarinense, acaba de ganhar o prêmio de melhor clube do mundo pela revista DJ Mag. Assim, lidera pela terceira vez na sua história o mais prestigiado ranking internacional de votação popular da categoria, o Top 100 Clubs.

Siga o Fica Quietinho no Instagram

A campanha do Green Valley em 2018 “Juntos ao Topo” engajou o seu público e fãs que votaram expressivamente, batendo recordes de votação e trazendo novamente o título para um clube de fora da Europa. O local já havia conquistado a primeira posição nos anos de 2013 e 2015.

Curta o Fica Quietinho no Facebook

“Não poderíamos ter prêmio melhor para comemorar os dez anos do Green Valley do que o reconhecimento do público e da crítica especializada com a volta oficial do clube a primeira posição. Esse ranking é a consolidação de um trabalho constante de renovação que leva o nome do Green Valley e do Brasil para o mundo todo”, comemora o sócio-diretor Eduardo Philipps.

Foto: Divulgação/Diego Jarschel

O prêmio

A premiação recebida pelo Green Valley é realizada pela revista britânica DJ Mag, a mesma que elege o top 100 dos melhores DJs do mundo e que comanda as tendências da música eletrônica mundialmente. A publicação londrina já conta com 27 anos de história e é referência absoluta no segmento, sendo considerada a “Bíblia da música eletrônica”.

Aberto em novembro de 2007, o clube de música eletrônica Green Valley se tornou referência e ajudou a consolidar a região do Litoral Norte de Santa Catarina como uma das mecas da e-music mundiais, ao lado de ícones como Ibiza, na Espanha, e Londres, na Inglaterra.  Já passaram pelo mainstage as principais atrações do cenário eletrônico mundial, como Afrojack, Alok, Alesso, Armin Van Buuren, Axwell, David Guetta, Dimitri Vegas & Like Mike, Fatboy Slim, Hardwell, Kaskade, Martin Garrix, Steve AngelloSteve Aoki, Tiesto, entre muitos outros.

Ao desbancar os clubs europeus, o Brasil com o Green Valley é o único país do mundo a ganhar o prêmio fora do tradicional circuito de música eletrônica do Velho Continente desde o início desta premiação. O Green Valley vem também ocupando sempre um lugar de destaque desde a sua estreia no ranking em 2010, e é atualmente o único Club em atividade a manter-se classificado no pódio dos 3 melhores há oito anos seguidos.