Foto: Divulgação/GloboNews

FQ na TV: estivemos na gravação do ‘Ofício em Cena’, da GloboNews

Depois de uma visita ao BBB, o FQ voltou aos Estúdios Globo (antigo Projac) para mais um tour pelos bastidores de uma produção que curtimos muito: o Ofício em Cena, programa da GloboNews apresentado pela talentosa Bianca Ramoneda.

Curta o Fica Quietinho no Facebook

A convite do canal, pudemos assistir à gravação do último episódio da terceira temporada deste programa, que vai ao ar HOJE, às 23h30. E o entrevistado da vez é o cineasta e diretor Jorge Furtado. Não está ligando o nome à pessoa? Em seu portfólio estão diversos sucessos da TV e do cinema. Só para listar os mais recentes, as séries Mister Brau (2015) e Doce de Mãe (2014) são de sua autoria. Ah, e o clássico documentário Ilha das Flores (1989) também é criação dele.

Foi uma experiência única – e pode ter certeza de que não estamos exagerando. Quem é apaixonado pelo audiovisual – nós! – e pira com o processo criativo de séries e de filmes – nós de novo! – sabe da importância de Furtado para a área. Suas obras são, em geral, bem-humoradas. Algumas surgiram para puro entretenimento, mas ele sempre dá um jeito de provocar sua audiência. Basta analisar Mister Brau. À primeira vista, mais uma sitcom. Ao refletir sobre o roteiro, percebe-se uma crítica social ao preconceito racial e à maneira como os ricos lidam com as classes menos favorecidas.

Siga @FicaQuietinho no Instagram

O papo entre Furtado, Bianca e a plateia durou quase uma hora. O tempo passou voando. Saímos do estúdio anestesiados com o didatismo, com a lucidez e com a inteligência do cineasta. Em seu discurso sobre a arte de “fazer TV”, ele mostrou sua preocupação em usar este canal como um meio transformador. Uma tarefa difícil nos tempos atuais.

Foto: Divulgação/GloboNews

Foto: Divulgação/GloboNews

Como falamos, a entrevista durou quase uma hora. A apresentadora Bianca Ramoneda, que propôs uma conversa distante dos clichês dos talk shows, também é responsável pela decupagem e edição. Ou seja, dos quase 60 minutos de gravação, ela precisou montar um programa de 25 minutos. “Muita coisa boa vai ficar de fora. Um convidado como ele merecia muito mais tempo, porque a conversa fluiu com muita naturalidade e com uma alta carga de informação e ensinamento”, disse Bianca ao FQ.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Logo após a gravação, almoçamos com Bianca e com a equipe do programa. Não foi no bandejão e nem na praça de alimentação, manas. O almoço foi no restaurante da DIRETORIA da Globo, um espaço elegantérrimo, com uma vista maravilhosa. Sabe quem estava comendo do nosso ladinho? Carlos Henrique Schroder, o manda-chuva da emissora! Além dele, passaram por lá o autor Silvio de Abreu, Marcius Melhem, Ana Furtado e Felipe Andreoli.

Fomos tratados como reis pelo pessoal da Globo e da GloboNews. Mas deixando todo este luxo de lado, o que nos empolgou mesmo foi a experiência de ter conversado com Jorge Furtado (yes, nós participamos da entrevista – o vídeo está abaixo) e de ter conhecido a Bianca Ramoneda, uma jornalista inquieta, curiosa e divertidíssima – mas que não tem perfil nas redes sociais e não sabe o que é uma hashtag hahaha #xatiada =)

Logo após o vídeo, veja algumas fotos da gravação =)