Extraordinário

Extraordinário: não haveria nome melhor para este livro

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Jamais imaginava que fosse gostar de Extraordinário. Errei. Errei feio. Dado meu histórico traumático com histórias narradas por protagonistas infantis, eu comecei a leitura da obra de R. J. Palacio com os dois pés atrás. Mas que grata surpresa depois de fechar este livro pela última vez.

• Curta o Fica Quietinho no Facebook

Extraordinário narra a vida de August Pullman, um garoto de 10 anos que nasceu com uma deformação facial grave e que vai entrar na escola pela primeira vez. Com medo da reação dos colegas, o diretor da escola cria um comitê de boas-vindas para facilitar a adaptação do menino no novo ambiente. E se entrar numa escola nova não é fácil para uma pessoa com rosto “comum”, imagine para Auggie.

Recheado de referências à cultura pop e à literatura, Extraordinário é uma cruzada contra o bullying. O livro é um sick-lit infanto-juvenil e traz preceitos para uma vida mais gentil. A história é emocionante e mostra a coragem com que August enfrenta a vida e como ele não se abate frente a todos os desafios advindos do seu rosto. A leitura é muito simples e ágil. Os pontos de vista narrativos são alternados entre August e as pessoas que convivem com ele. Pode parecer uma confusão para alguns, mas dessa forma conhecemos mais a fundo as outras personagens do livro.

Claro que a trama tem seus clichês. De certa forma, pode ser considerada até fantasiosa demais. No começo do livro, as crianças se recusavam a tocar em August. No final, essas mesmas crianças já são melhores amigos. Isso talvez não aconteça no mundo real. Mas independente disso, há uma mensagem de esperança muito forte no livro. E essa mensagem vale a fantasia.

Terminei a leitura com os olhos marejados. Coisa que não é qualquer livro consegue fazer. Ler Extraordinário mostra como devemos nos valorizar mais. Como somos perfeitos da forma que somos. Mesmo que tenhamos um rosto deformado.

Extraordinário. Não haveria nome melhor para esse livro.

Para quem se interessar, você confere o booktrailer do livro abaixo: