“Eu seria abençoada se tivesse um filho gay”, diz Gwen Stefani

“Eu seria abençoada se tivesse um filho gay”, diz Gwen Stefani

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Como faz para ser amigo da Gwen Stefani? Já amávamos sua voz, seu talento e seu jeitinho meigo de ser. Aí ela vem e dá uma entrevista maravilhosa ao site PrideSource, dando uma lição contra o preconceito ao dizer que se amaria ter um filho gay.

“Eu seria abençoada se tivesse um filho gay – você sabe que eu me sentiria abençoada a respeito disso. Eu só quero que os meus meninos sejam felizes e saudáveis, e eu só peço a Deus que me guie todos os dias para ser uma boa mãe, porque esse não é um trabalho fácil”, disse.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Mãe de três meninos superestilosos (Kingston, Zuma e Apollo), de seu relacionamento com Gavin Rossdale, Gwen é uma das cantoras mais amadas pelos gays americanos por conta de seu posicionamento a respeito dos direitos civis dos homossexuais.

E só de pensar na possibilidade de ter um filho gay, ela acabou sondando alguns amigos para obter informações e pegar umas dicas para não falhar em seu modo de agir. “Eu sempre pergunto aos meus amigos gays: ‘então, como era quando você era criança?’, porque eu sei que é difícil ser alternativo, não ser o mainstream, ou diferente, se você quiser chamar assim”, disse a cantora.

Tem como não amar essa mulher? E há boatos de que ela esteja grávida novamente, só que desta vez o papai será Blake Shelton, seu namorado desde o ano passado.