Pearl Jam pede punição por desastre em Mariana e doa cachê do show às vítimas

Em BH, Pearl Jam pede punição por desastre em Mariana e doa cachê do show às vítimas

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O Pearl Jam se apresentou na noite desta sexta-feira, 20, em Belo Horizonte (MG) e surpreendeu os fãs quando Eddie Vedder, vocalista da banda, fez um pronunciamento em português cobrando das autoridades punição sobre o desastre ambiental que aconteceu em Mariana no início do mês.

• Siga o @FicaQuietinho no Instagram

“Acidentes tiram vidas e destróem rios. E ainda assim eles conseguem lucrar. Esperamos que eles sejam punidos, duramente punidos e cada vez mais punidos. Para que nunca esqueçam o triste desastre causado por eles”, afirmou o líder do grupo contra as empresas envolvidas na tragédia mineira. O público de 42 mil pessoas presentes ovacionou Vedder. O vídeo pode ser visto aqui.

• Curta o Fica Quietinho no Facebook

O cantor também prometeu que o cachê recebido pela banda será doado às vítimas de Mariana. Além disso, o Pearl Jam afirmou que tem planos de criar um fundo assistencial para os atingidos pela lama da barragem rompida. No entanto, a Prefeitura da cidade afirmou ao G1 que ainda não recebeu contato da banda para falar sobre a doação.

Em uma espécie de homenagem às vítimas, Eddie cantou Do The Evolution, uma canção sobre a ganância humana e da evolução da espécie. Também em memória dos mortos nos atentados em Paris, na França, no dia 13, a banda tocou I Want You So Hard, música do Eagles of Death Metal, grupo que se apresentava no Bataclan, casa de show francesa que foi alvo dos terroristas.