Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

Dono do hit ‘Wake Me Up’, DJ sueco Avicii morre aos 28 anos

Que notícia triste para essa sexta-feira. O DJ sueco Avicii foi encontrado morto hoje em Muscat, capital do Omã. Seu verdadeiro nome era Tim Bergling, ele tinha 28 anos e foi um grande colaborador musical de nomes como Madonna, por exemplo. As informações são da revista Billboard.

Siga o Fica Quietinho no Instagram

“É com profundo pesar que anunciamos a perda de Tim Bergling, também conhecido como Avicii”, informou Diana Baron, assessora de imprensa do jovem em um comunicado. “Ele foi encontrado morto em Muscat, no Omã, na tarde desta sexta-feira, 20”, continua o texto.

A nota ainda informa que não serão dadas novas declarações e que a família pede respeito. “A família está devastada e pedimos a todos que, por favor, respeitem sua necessidade de privacidade neste momento difícil. Nenhuma declaração será dada”, diz a nota.

Saúde delicada e pausa na carreira

Embora a causa da morte de Avicii não tenha sido divulgada, o DJ sofria há ano com problemas de saúde. O excesso no consumo de álcool lhe rendeu uma pancreatite aguda. Em 2014, chegou a ser submetido a cirurgias para a retirada do apêndice e da vesícula biliar.

Curta o Fica Quietinho no Facebook

Em 2016, o produtor anunciou sua aposentadoria como DJ e disse que não faria mais apresentações ao vivo. No começo de 2017, disse que estava voltando aos estúdios, mas nada foi lançado. “No ano passado, eu parei de me apresentar ao vivo, e muitos de vocês acharam que já era. Mas o fim dos shows nunca significou o fim do Avicii ou da minha música. Em vez disso, eu voltei ao lugar onde tudo fazia sentido: o estúdio.O próximo passo tem a ver com o meu amor por fazer música para vocês. É o começo de algo novo”, afirmou à imprensa na época.

Documentário

Um documentário sobre o artista estava sendo produzido, mas até então não foi lançado oficialmente. Avicii: True Stories teve um trailer divulgado em setembro do ano passado e algumas pré-estreias pelo mundo no mês seguinte. A direção é de Levan Tsikurishvili e, segundo a mídia internacional, o projeto deve ser liberado na Netflix em um futuro próximo.