True Life; MTVFoto: Divulgação

Documentário mostra vida secreta de atores HTs que fazem pornô gay

Quem assista às cenas acha difícil acreditar, mas nem todos os rapazes que fazem sexo gay em alguns filmes pornôs são de fato homossexuais. Mas é sobre isso que um novo documentário da série True Life, da MTV americana, vai falar. O episódio irá mostrar como é a vida real de jovens que fazem sexo com outro homem diante das câmeras, mas fora delas vivem uma vida heterossexual, casados e com filhos.

• Siga o @FicaQuietinho no Instagram

No trailer divulgado nesta semana, os performers Luke – mais conhecido nos filmes por Vadim Black – e Ben – que atende por Sean, na produtora Sean Cody – falam sobre as pressões que sentem por fazer sexo gay nas filmagens e viverem como heterossexuais. Os dois tem parceiras fora das câmeras, mas enquanto uma delas acha “sexy” o que o marido faz, a outra não faz ideia do que o namorado faz para viver.

• Curta o Fica Quietinho no Facebook

“Luke tem uma série de seguidores online, mas conseguiu manter seu segredo longe da namorada”, diz a narradora do vídeo. “Ben é um homem de família, casado, e que recentemente passou a fazer filmes de sexo gay para criar o filho”, continua o texto, que ainda vai mais fundo nos questionamentos.

“Cristal, sua esposa, pensa que é sexy. Mas será que todos compreendem esse seu estilo de vida incomum? Será que bem estaria disposto a comprometer-se com uma carreira de longo prazo na pornografia? Eles são estrelas em ascensão na industria pornô gay, mas as pressões do dia a dia os fará reconsiderar suas carreiras lucrativas?”, pergunta a narradora.

Nós estamos bem curiosos com essas respostas. Mas infelizmente ainda não sabemos quando o episódio estará disponível. Vale lembrar que no Brasil, temos um exemplo famoso de ator que é heterossexual e fez filmes pornô gay. Alexandre Senna, agora aposentado das câmeras, fez diversos filmes – principalmente no auge da revista G Magazine – e é casado com mulher, que sabia da profissão dele e não se importava nem um pouco com isso.

Entre os queridinho da indústria pornográfica gay gringa, temos Johnny Rapid. O mocinho é bissexual, tem uma namorada e recentemente virou notícia depois de ser preso acusado de ter agredido a companheira. Johnny é inclusive muito conhecido por suas cenas de sexo no papel do passivo da relação e também pela pegada mais hardcore dos filmes.