Dez anos depois, Procurando Nemo (re)estreia em 3D e terá continuação com mesmo diretor

O peixe-palhaço de nadadeira deficiente Nemo vai ganhar um novo filme. Isso já nem é muita novidade porque a Disney-Pixar já vinha anunciando a ideia há algum tempo. Mas agora, a coisa realmente se definiu, segundo o site Deadline. De acordo com a publicação, o estúdio anunciou o nome de Andrew Stanton como diretor da sequência da animação. Stanton dirigiu o primeiro filme.

Diretor também de Wall-E, Andrew é considerado um dos maiores nomes da Pixar e também do ramo da animação. Vencedor do Oscar na categoria com Procurando Nemo (2003), o cineasta deve trabalhar em parceria com a roteirista Victoria Strouse, de acordo o site The Hoollywood Reporter.

A previsão de estreia de Procurando Nemo 2 (sem nome oficial definido) é para 2016. Porém, enquanto os fãs aguardam pela volta do peixinho de listras brancas e alaranjadas, será possível matar a saudade das suas aventuras e ouvir Dory conversar em "baleiês" na versão em 3D que estreia nos cinemas brasileiros, estrategicamente, no dia 12 de outubro.