Foto: Reprodução

Curte a série Under the Dome? O livro é ainda melhor!

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Foram 960 páginas em 18 dias. Uma maratona. Um livro grande, em todos os aspectos. Acredite: Sob a Redoma foi o primeiro livro do Stephen King que li. E que grata surpresa. Sem sombra de dúvida, é um dos melhores livros que já li.

A história, que começou a ser escrita por King no final da década de 70, conta a história de Chester’s Mill, uma cidadezinha no Maine. Do dia pra noite, uma redoma inexplicável isola a cidade do resto do mundo (sem comparação com o filme de Os Simpsons, por favor. O livro foi escrito bem antes disso).

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A partir disso, vemos como as relações na cidade americana ficam estremecidas pela presença da redoma. Os personagens e as relações entre eles é o que há de mais brilhante nesse livro. A redoma está lá, mas ela é secundária. O que importa aqui são as pessoas. Você vai amar os protagonistas e odiar os vilões (AH, COMO EU ODIEI ELES).

Além disso, o livro ainda toca em assuntos delicados como poder, política corrupta, religião como forma de justificar sujeiras, questões ambientais relacionadas à redoma e muito mais.

E o livro é MUITO metafórico. A redoma é uma metáfora. Ela é explicada? É. Você pode gostar ou não do final, mas é um final incrivelmente redondinho pra esse calhamaço de páginas criado por Stephen King.

Eu recomendo muito. Façam um favor a vocês mesmos: leiam Sob a Redoma já.