34386004_10155895174623882_2890843414926983168_n

Com Pabllo Vittar, Anitta e muita diversão, Parada do Orgulho LGBT+ anima 3 milhões em SP

Nem o tempo ruim abalou quem estava disposto a curtir a 22ª Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo. Segundo a organização do evento, 3 milhões de pessoas ocuparam a Avenida Paulista para protestar, para se divertir e celebrar a diversidade sexual. E com Anitta e Pabllo Vittar, a festa ficou ainda mais completa.

Foram 18 trios animando a galera por todo o circuito com muitos grandes nomes da música atual e para todos os gostos. O carro da Transcidadania reuniu artistas como Gabi Amarantos, Johnny Hooker, MC Loma e as Gêmeas da Lacração. Já os dois patrocinados pela Uber trouxeram uma explosão maravilhosa de drag queens cantoras: Pabllo Vittar, Pepita e Lia Clark, além de April Carrion, participante de RuPaul’s Drag Race, e Preta Gil no comando do som. A Skol arrasou com Anitta mandando ver ao final da tarde.

Siga o Fica Quietinho no Instagram

Fernanda Lima, madrinha da festa neste ano, discursou na aberta da Parada, assim como a arquiteta Mônica Tereza Benício, viúva da vereadora Marielle Franco, lésbica e negra, assassinada no Rio de Janeiro. “É importante saber em quem a gente vota. Vir para a rua fazer festa e revolução”, disse ela, lembrando do tema do evento em 2018 “Poder para LGBTI+: Nosso Voto, Nossa Voz”. “O Brasil é um dos países que mais mata sua população LGBT. E a gente não pode assumir isso, deixar que isso continue desta maneira”, continou.

Confiram algumas fotos do evento: