Brasil lança música-tema e clipe da Olimpíada do Rio de Janeiro com elenco controverso

Foram lançados nesta segunda-feira (13) a música-tema e o clipe da Olimpíada do Rio de Janeiro, que acontecerá em 2016. Dirigido por Estevão Ciavatta, o material resumiu a cidade a duas coisas: praia e samba.

Grandes nomes da música nacional foram escalados para entoar o hit, mas alguns dos principais ficaram de fora do vídeo. Deu pra perceber que foi uma escalação dos melhores amigos do diretor e sua mulher, Regina Casé, salvo um ou outro nome.

Primeiro erro: Carolina Dieckmann interpretando a deusa Afrodite, numa versão rainha de bateria. A atriz é uma das mais odiadas pelo público, alvo de inúmeras críticas nas redes sociais, e recebeu destaque no material. Os acertos ficaram pela escalação de Fernanda Montenegro para o papel de Hera, Rodrigo Santoro como um Apolo surfista e Martinho da Vila como Zeus. Completam o tim de deuses Regina Casé como Ártemis, Hélio de la Peña (?) como Poseidon e Nélida Piñon, imortal da Academia Brasileira de Letras, como Athenas.

No casting musical, nomes que nem deveriam ter sido escalados figuram entre os principais: Mr. Catra e Ed Motta. O primeiro pelo fato de trabalhar com um estilo mais vulgar do funk. O outro por manifestar pensamentos elitistas nas redes sociais e considerar São Paulo perfeita e um país a parte do Brasil. Qual a razão dele cantar pelo Rio de Janeiro?

Completam o time de cantores Zeca Pagodinho, Diogo Nogueira, Thalma de Freitas, Mart'nália, Zélia Duncan, Roberta Sá e Sandra de Sá. A pergunta é: cadê Alcione, Beth Carvalho, Leci Brandão, Paulinho da Viola e Dudu Nobre?

Longe de querer fazer parte do time que desacredita na possibilidade de o Rio de Janeiro fazer um bom evento, apenas fica o registro de decepção parcial com o vídeo a ser lançado para o mundo. Assista ao clipe abaixo: