Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

Aretha Franklin, diva da Soul Music, morre aos 76 anos após luta contra o câncer

Nesta semana falamos aqui que Aretha Franklin não estava bem de saúde e que a família pedia orações para a diva da Soul Music. Na manhã desta quinta-feira, 16, o empresário da cantora comunicou sua morte aos 76 anos, vítima de um câncer de pâncreas contra o qual lutava desde 2010.

Siga o Fica Quietinho no Instagram

“Em um dos piores momentos das nossas vidas, não conseguimos encontrar as palavras certas para expressar a dor em nosso coração. Perdemos nossa matriarca e a sustentação da nossa família. O amor que ela tinha por seus filhos, netos, sobrinhos e primos não tinha limites”, diz a família da cantora por meio de comunicado.

“Estamos emocionados com todo o amor e apoio que recebemos de amigos e fãs. Obrigado pela compaixão e orações. Sentimos o amor de vocês por Aretha e ele nos trouxe conforto para entender que o legado dela vai permanecer. Em nosso luto, pedimos respeito e privacidade nessa hora difícil”, continua a nota. Ainda não há informações sobre funeral de Aretha Franklin, que deixa 4 filhos.

Sucesso sempre

Dona de 18 prêmios Grammy, Aretha Franklin começou na música aos 14 anos, quando gravou seu primeiro disco na igreja do pai, Clarence LaVaughn Franklin, que era um pastor batista. Em 10 anos já era um dos grandes nomes do R&B dos Estados Unidos. Marcou época com Respect, lançada em 1967, sua única canção a alcançar o topo da principal paradas de sucesso americana.

Curta o Fica Quietinho no Facebook

Nascida em Memphis, no Tennessee, em 25 de março de 1942, a diva do Soul emplacou hits como (You Make Me Feel Like) A Natural Woman (1968), Day Dreaming (1972), Jump to It (1982), Freeway of Love (1985) e A Rose Is Still A Rose (1998).

Em 2009, cantou na posse de Barack Obama. Em 2015, durante uma apresentação no The Kennedy Center Honors, a rainha do soul mostrou que não tem essa alcunha à toa. Ao cantar (You Make Me Feel Like) A Natural Woman, a diva tirou lágrimas do presidente, fez Carole King, compositora da canção, surtar na plateia e Viola Davis vibrar no camarote.

Seu último show aconteceu em agosto do ano passado. Sua última apresentação aconteceu, um pouco depois, em novembro de 2017, em um evento da Fundação Elton John contra a Aids em Nova York. Depois, Aretha Franklin anunciou sua aposentadoria. Foi “amargo e doce ao mesmo tempo”, disse ela na ocasião. “A música é tudo o que fiz toda minha vida”, completou.