Foto: Reprodução

Adele assina um dos contratos mais caros da história com a Sony

Que Adele vale muito ninguém tem dúvidas. Por isso foi de US$ 131 milhões o valor que a Sony desembolsou para ter a cantora em seu casting. Esse, segundo a imprensa britânica, é um dos maiores contratos da história da indústria musical. Tá podendo mesmo, né?

Siga @FicaQuietinho no Instagram

Embora não se tenha muitos detalhes a respeito das condições da contratação da dona do hit Hello, mas uma fonte não identifica revelou que o termo assinado “dá a Sony os direitos de publicar as músicas novas da artista com exclusividade em todo o mundo”.

Curta o Fica Quietinho no Facebook

Não se sabe quantos discos ela terá que gravar, nem se a pausa na carreira que Adele pretende fazer após a turnê de 25 está ainda de pé. De concreto, apenas que ela, que antes se lançava pelo selo independente XL Recodings, agora passa a trabalhar para a Columbia Records, gravadora americana da Sony.

Em valores corrigidos, Adele assinou um contrato similiar ao firmado entre Whitney Houston e a Arista Records em 2001. Na época, a diva de It’s Not Right, But It’s Ok ganhou USS$ 100 milhões da gravadora. Atualmente, em termos de mercado, o contrato de Whitney corresponderia a US$ 135 milhões. Adele perdeu por apenas US$ 4 milhões. Mixaria, não?